A MISSÃO DO ESPIRITISMO

A MISSÃO DO ESPIRITISMO


OBJETIVO

Apresentar a Doutrina Espírita como uma Escola de Verdades Espirituais que revela e simplifica as verdades ocultas devido à clareza e à racionalidade de seus postulados religiosos, científicos e filosóficos. Baseada na pureza do Cristianismo inicial e tratando-se de obra dos Espíritos Superiores é uma doutrina efetiva à mente moderna porque é despida de adornos, rituais, e “tabus” religiosos.

RESUMO DO CONTEÚDO ABORDADO

O Espiritismo é uma doutrina espiritualista que surgiu no momento adequado para o homem entender a existência das forças ocultas do mundo e compreendê-las através do próprio avanço científico e filosófico. Este conhecimento sempre existiu, mas estava habilmente velado pela simbologia tradicional dos templos e das confrarias iniciáticas, e era passado somente após iniciações secretas. Com isso, o intercâmbio com os mestres ou espíritos desencarnados só era permissível aos poucos adeptos eletivos às iniciações secretas.

O Espiritismo veio revelar o mundo oculto sem complexas alegorias e explicar tudo de maneira fácil, clara e sem segredos e superstições. Dado o seu caráter racional e evolutivo, ele rejeita dogmas, simbolismos e rituais.

O Espiritismo ensina que a alma do homem vem da origem dos tempos e forja sua consciência através de vivências materiais nos reinos mineral, vegetal e animal até adaptar-se ao corpo humano, com base na Lei do Progresso. Após cada morte do corpo físico a alma retorna ao mundo espiritual, onde continua a trabalhar e a estudar para o seu mais breve aperfeiçoamento. Em seguida, ela encarna-se novamente a fim de recapitular as lições vividas e corrigir os erros das existências pregressas, sob a disciplina retificadora da Lei de Causa e Efeito.

Divulgando o conhecimento sobre a Reencarnação e a Lei de Causa e Efeito, demonstrou a grave responsabilidade pessoal de cada espírito na colheita das consequências de seus atos em vidas passadas. Com isso, extinguiu as ideias absurdas de paraíso de “ociosos” e de inferno de “pecadores”, as quais estimulavam virtudes por meio de ameaças de sofrimentos eternos. “Céu” e “inferno” são estados de espírito decorrentes do bom ou do mau viver.

Também advertiu que o homem se “salva” por suas obras e não por sua crença e que ninguém consegue a absolvição dos seus pecados à hora extrema da morte, através de sacerdotes, pastores ou mestres que se intitulam procuradores divinos.

Salvar-se, para a doutrina Espírita, é aperfeiçoar-se espiritualmente a fim de não cair em estados de angústia e depressão após o transe da morte. É, em suma, libertar-se das imperfeições, das paixões insanas e da ignorância.

Consciente desta realidade o espírita não pode ser pessimista, triste, desesperado ou rebelde, porque aprendeu que é imortal, a dor é transitória e útil em muitos casos, a vicissitude e as catástrofes econômicas ou morais são recursos que despojam o espírito de sua bagagem animal.

A vida futura, não estando mais encoberta pela dúvida, fará o homem compreender melhor que pode, desde agora, no presente, preparar seu futuro. Ao destruir os preconceitos de seitas, de castas e de raças, ensina aos homens a grande solidariedade que deve uni-los como irmãos.

Em João, 14:15-17, Jesus promete um consolador, o Espírito de Verdade, que o mundo ainda não conhecia por não estar maduro para o compreender, que viria para ensinar todas as coisas e para relembrar o que o havia sido dito.

O Espiritismo, procedendo de Espíritos sábios e bondosos através da mediunidade, preenche essas condições, visto que procura lembrar-nos o que Jesus ensinou, ensina-nos muitas coisas que o Evangelho não pôde explicar à época, bem como consola e conforta os que sofrem ao mostrar-lhes a causa e a finalidade dos sofrimentos humanos.

Concluindo, a missão maior do Espiritismo é esclarecer, consolar, instruir, iluminar e mostrar o verdadeiro sentido da vida.

Na Sociedade Espírita Ramatis seguimos os ensinamentos de Jesus, Kardec e Ramatis.

Muita Paz!

Referências bibliográficas:

  1. A Missão do Espiritismo – Ramatis

  2. O Evangelho segundo o Espiritismo – Allan Kardec

  3. O Livro dos Espíritos – Allan Kardec

#Espírito #Kardec #Hercílio #Ramatis #Imortalidade #Espiritualidade #Missão

0 visualização

Sob a Égide de Jesus, Kardec e Ramatis

www.ramatis.com.br

Sede: Rua José Higino, nº 176 - Tijuca Rio de Janeiro - RJ

CEP.: 20510-420 CNPJ 33.991.423/0001-70

 Aviso Legal | Política de PrivacidadeInspirado por MCF.'.